NOTÍCIA

Copa do Brasil / Liga ANB3x3

Resultados da II Copa do Brasil definem a LIGA ANB3x3

Por: Edson Garcia

 

São Paulo, 9 de novembro de 2018 – Mesmo antes de terminar, podemos dizer que a primeira edição da LIGA ANB3x3 foi um sucesso. Realizado inicialmente apenas na categoria Elite, o torneio teve duração de dezembro de 2017 a novembro de 2018 e terá 13 etapas após a realização da final da II Copa do Brasil, no dia 24/11. No total, foram inscritas 18 equipes, representando 4 estados diferentes, mais o Distrito Federal, permitindo a participação de mais de 100 atletas, devido à permissão de cada elenco ter elenco até 6 atletas, mais uma mudança na janela de transferência.

O sucesso foi tanto, que a segunda temporada está confirmada para 2019 com a inclusão de novas categorias: Adulto Feminino, Open Masculino, +35 Masculino, Sub23 Masculino e Sub18 Masculino. Essa não é a única novidade e você pode saber as outras com exclusividade comparecendo ao II Congresso Técnico de Basquete 3×3, dia 23/11, no Memorial da América Latina. Para mais informações, entre em contato com esportivo@basquete3x3.com.br.

Apesar de estarmos pensando na próxima temporada, essa ainda não acabou e tem muito a ser decidido, não faltando incentivo às equipes. A premiação total da LIGA ANB3x3 é de R$ 8 mil, premiando as três melhores equipes e os três maiores pontuadores. O São Paulo DC foi campeão com antecedência e garantiu o maior prêmio, de R$ 4 mil. Agora, a última etapa da competição coloca em disputa direta 4 equipes com boas chances de garantir lugar no pódio final. Confira as chances abaixo:

 

Santos/Fupes

Segundo colocado da competição no momento, com 540 pontos, o Santos/Fupes esteve sempre no topo brigando pelas primeiras posições, liderando em alguns momentos inclusive. Mas o desempenho nas finais impediu a equipe de chegar ao título, ficando em 3 etapas na segunda colocação. Como já estourou o limite de 7 torneios, o máximo de torneios contados na classificação da LIGA ANB3x3, os pontos conquistados na final da II Copa do Brasil não serão inteiramente computados, mas sim a diferença entre essa pontuação da final e a menor conquistada até então, de 60 pontos. Sendo campeão da II Copa do Brasil, como foi no ano de 2017, a equipe soma então mais 40 pontos na classificação, chegando à 580, o máximo que poderá atingir.

 

Rio Preto Guarani

Atualmente com 520 pontos, o Rio Preto Guarani também estourou o limite de 7 torneios e não terá toda a pontuação da final II Copa do Brasil computada. O alívio para eles é que a menor pontuação computada é de 50 pontos, então o título da II Copa do Brasil os fará atingir 570 pontos. Como o Santos/Fupes poderia chegar somente à segunda colocação na II Copa do Brasil, computaria no máximo mais 20 pontos aos 540 de momento e Rio Preto Guarani ganharia essa posição.

 

Rio de Janeiro

A quarta colocação do Rio de Janeiro pode iludir de certa forma, mas por ter participado de apenas 6 etapas da LIGA ANB3x3, os cariocas têm grandes chances de ser uma das equipes premiadas ao final da temporada. Atualmente com 500 pontos, eles chegariam a 600 em caso de título na final da II Copa do Brasil, garantindo a segunda colocação da LIGA e R$ 2 mil. Sendo segundo colocado na final da Copa do Brasil, chegariam a 580, o máximo que Santos/Fupes pode atingir. Porém, o Rio de Janeiro no momento tem mais pontos no Ranking FIBA3x3, o critério de desempate da LIGA ANB3x3. O mesmo critério seria utilizado caso Rio de Janeiro seja terceiro na II Copa do Brasil e Rio Preto Guarani campeão, pois ambos empatariam com 570. Porém, a diferença de ranking entre eles é muito maior e não deve ser invertida até a data do torneio. O retrospecto joga a favor do Rio de Janeiro, pois das 6 etapas disputadas, só ficou fora do pódio em uma delas.

 

SP Hi-Nutrition

Líder da LIGA ANB3x3 em parte do começo da temporada, o SP Hi-Nutrition tem chances pequenas de conseguir ficar entre os premiados no torneio. Isso porque o máximo que pode atingir é 540 pontos, contando então com o tropeço dos times que estão acima na classificação. Para isso, terão que ser campeões da II Copa do Brasil, algo que não aconteceu em nenhum momento na temporada.

 

Além das equipes, alguns atletas também estão brigando pelos posto de cestinha da LIGA ANB3x3. Os 3 maiores pontuadores vão ganhar, respectivamente, R$ 500, R$ 300 e R$ 200 reais. Confira a classificação de momento:

 

1º Luiz Soriani (São Paulo DC) – 257 pontos em 38 jogos

2º Luiz Bidart (Santos/Fupes) – 218 pontos em 36 jogos

3º Rodrigo Del’Arco (Rio Preto Guarani) – 213 pontos em 35 jogos

4º Fernando Fischer (Santos/Fupes) – 213 pontos em 35 jogos

5º William Evangelista (São Paulo DC) – 204 pontos em 38 jogos

6º David Teles (Presidente Prudente) – 203 pontos em 32 jogos

OUTRAS NOTÍCIAS