Notícia
3x3 no mundo

Basquete 3×3 em Tóquio 2021

O Basquete 3×3 pronto para estrear em Tóquio 2021

O ciclo olímpico de todas as modalidades esportivas inicia quando terminam os Jogos Olímpicos anterior até o próximo Jogos Olímpicos. Mas no caso do Basquete 3×3 iniciou-se em 2017 quando foi anunciado como a nova modalidade olímpica, juntamente com outros esportes que promovem rejuvenescer as Olímpiadas, como o Skate, Surf e Escalada.

A novidade trouxe muito investimento e transformação em países com DNA de basquete e acreditam no esporte, como a Sérvia e Rússia classificados para os Jogos Olímpicos e países asiáticos apaixonados pelo basquete como China, Mongólia e Japão.

No Brasil ainda não chegou a transformação do esporte que os praticantes esperavam, mas tivemos avanços como:

a) A ANB3x3 conseguiu realizar torneios internacionais e alavancar a primeira Liga De Basquete 3×3 de Alto Rendimento do país, com torneios mensais (antes da Pandemia),

b) O SDPC criou o primeiro time profissional do país pagando salário para os atletas e intercâmbio internacional,

c) Bolsa Atleta do Governo Federal para os atletas melhores ranqueados no masculino e feminino,

d) Ingresso de jogadores da seleção brasileira como Sargento no Exército Brasileiro;

e) A CBB montou uma comissão técnica permanente e especializada em Basquete 3×3 no masculino e feminino para disputa das principais competições mundiais.

Responsável pela convocação da seleção brasileira de Basquete 3×3 desde dezembro de 2017, o técnico Douglas Lorite que tem grande experiência no Basquete 3×3, atuando como jogador da equipe Lendas-RJ (ja disputou torneios ANB3) e ter participado de um Campeonato Mundial em 2014 (única vitória do Brasil em Mundiais), convocou até o momento 25 atletas diferentes nas categorias adulto e sub 23 masculino, dando oportunidade a muitos atletas de treinar e competir representando o Brasil.

(Foto: Arquivo pessoal)

Retrospecto no Ciclo Olímpico: 2 Campeonatos Mundiais sem vitórias, 4º lugar nos Jogos Pan Americanos de Lima no Peru, Vice-Campeão Mundial dos Jogos de Praia em 2019.

Curiosidades a parte o Brasil esteve presente em 4 edições mundiais FIBA 3×3. 2012 Grécia 22º colocado, 2014 Rússia 19º, 2018 Filipinas 18º e 2019 Holanda 18º. Lorite participou das duas últimas edições em Filipinas e Holanda.

Em todas edições o retrospecto de 1-17, 18 jogos no total com 1 trunfo e 17 reves.

Além do mais o Brasil em todos mundiais sempre configurou entre os melhores ranqueados FIBA 3×3. 2012 na Grécia 12º, 2014 Rússia 5º, 2018 Filipinas 6º e na Holanda em 2019 13º. Atualmente o Brasil ocupa a 26º colocação no ranking das confederações.

Missão: Classificar o Brasil para os Jogos Olímpicos Tóquio 2021.

(Foto: Arquivo pessoal)

Foco: Serão 3 vagas no Pré Olímpico em Graz na Áustria, entre os dias 26 3 30 de maio.

Meta: Foram convocados 8 atletas para a primeira fase de treinos, no dia 18 de abril, quando o técnico Douglas Lorite fará dois cortes e definirá o time que jogará a competição. A segunda fase de treinamentos, de 10 a 22 de maio, terá então seis atletas em treinamento. Quatro vão viajar para o Pré-Olímpico na Áustria e os outros dois ficam como reservas imediatos na lista enviada para a Federação Internacional de Basquete (FIBA) e podem ser acionados.

Convocados 2021:

  • Jefferson Froehlich Socas – Blumenau-APAB-SC
  • William Weihermann – Basquete Joinville-SC
  • Leandro de Souza Lima – Murcia-ESP
  • André Tadeu de Oliveira Ferros – São Paulo DC-SP
  • Jonatas Júlio de Mello – São Paulo DC-SP
  • Luiz Felipe de Paula Silva – São Paulo DC-SP
  • André Stefanelli Martins – São José Athlon 3×3-SP
  • Murilo Rosa Becker – São José Athlon 3×3-SP


::: Histórico de Atletas Convocados

2018

  • Luiz Felipe Soriani
  • William Evangelista
  • Jonatas de Melo
  • Douglas Gorauskas.
  • Carlos Silva – Carlinhos
  • Marcellus Sarmento
  • Felipe Camargo
  • Rodrigo Del Arco – Diguinho

2019

  • Luis Felipe Silva
  • Jonatas de Melo
  • William Weihermann
  • Jefferson Socas
  • Ulisses Lima – Borracha
  • Luiz Felipe Soriani
  • Rafael Frias – Ceguinho
  • Luiz Bidart

Sub23 2019

  • Fabrício Verissimo
  • Leonardo Branquinho
  • Matheus Parcial
  • Luiz Felipe Silva
  • Willian Weihermann
  • Matheus Rodrigues – “Foca”
  • Matheus Brito – “Matheusinho”
  • Eliel Maldonado
(Foto: Arquivo pessoal)

 >>>>>> QUARTA-FEIRA – 14/​​04 as 20:30h
Não perca a Live com o Coach Douglas Lorite para conversar sobre as expectativas e de todo o planejamento da seleção brasileira de Basquete 3×3 visando esta participação inédita nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2021.

Fique ligado, e vem acompanhar esse Bate Papo: https://www.youtube.com/user/Basquete3x3