NOTÍCIA

Liga ANB3x3

Destaques da 2ª etapa da LIGA ANB3x3

Por: Edson Garcia e Carlos Cardozo

 

São Paulo, 13 de março de 2019 – Grandes jogos e o alto nível técnico das equipes e atletas que jogam a maior Liga de Basquete 3×3 do Brasil foram o destaque nessa 2ª etapa da LIGA ANB3x3, realizada no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa junto à Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo-SP.

A competição já atingiu 75 equipes filiadas após apenas duas etapas realizadas e tem mais de 300 atletas, com algumas já demonstrando estar melhor preparadas e despontando como favoritas ao título em novembro.

 

 

Elite Masculino: Campinas e Santos Fupes reeditaram a final da 1ª Etapa da LIGA ANB3x3, disputada no Sesc Pq. Dom Pedro II e com vitória dos campineiros. Em uma grande exibição de como se jogar no ritmo do 3×3, Santos Fupes dominou quase todo o jogo e fez por merecer a vitória, mas com uma recuperação empolgante, Campinas virou o jogo no final após uma série de boas defesas, roubadas de bolas, e três conversões de arremessos de 2 pontos seguidos com Juliano Randal e Felipe Camargo, atual nº 1 do Ranking Nacional, dando o título novamente para Campinas, que dispara na liderança do campeonato com 200 pontos, 40 pontos a mais que Santos Fupes.

Destaque ainda para as estreias de Rio Preto Guarani, campeão da divisão prata, e do Rio de Janeiro, 6º colocado na divisão ouro equipes que ficaram na segunda e terceira colocação da competição em 2018, enquanto o campeão da mesma etapa, São Paulo DC, ficou com a terceira colocação da etapa do Centro Olímpico e se encontra na mesma colocação na classificação atual com 130 pontos, seguido de perto por SP CHR Basquete. O top 5 é completado pelo MG Bulls, que em seu segundo torneio na modalidade já alcançou a 4ª colocação.

 

 

Adulto Feminino: um SP Corinthians 3×3 avassalador, não tomando conhecimento dos adversários e repetindo a dose da 1ª etapa da LIGA ANB3x3, conquistando o título com certa facilidade. A campanha no Centro Olímpico teve 4 vitórias pelo placar de 21 pontos, enquanto que a equipe que mais marcou pontos contra elas fez apenas 13, o SP Blackout que estava estreando na competição. A final foi novamente disputada contra o SP Hunters, com vitória por 21 a 10. Destaque individual para Vanessa Sassa e Alessandra Santos, ambas com 30 pontos e média de 7,5 pontos por jogo na etapa. Na divisão prata, o The Choice e Rio Preto Smel estrearam em alto nível e fizeram a final, com vitória da equipe da capital por 16 a 13.

 

Sub 23 masculino: mesmo jogando com apenas 3 atletas, o São Paulo DC não teve dificuldade para conseguir mais um título da categoria, com campanha invicta, após vencer na final o SP Baixada 013 por 21 a 10. Na divisão prata destaque para o enfrentamento de equipes que estão no Elite, Campinas, Santos Fupes e SP Atletas do Ano. A equipes santista foi campeã ao vencer na final o SP Aspirantes, um dos muitos estreantes no torneio. Individualmente, 4 atletas passaram da barreira dos 20 pontos na etapa, sendo eles os 3 que jogaram por São Paulo DC – Gianluca Campaner (26), Luiz Felipe (24) e Leonardo Branquinho (21) – e Caio Reis (25), do SP Baixada 013.

 

 

Sub 18 Masculino: disputada em divisão única com participação de 8 equipes, a categoria teve a final disputada entre estreantes, com título do SP IDC 3×3 sobre o SP Bulls Players, mais uma equipe do litoral sul de São Paulo-SP, pelo placar de 15 a 9. Para chegar à final, o SP Bulls Players teve que jogar uma fase de grupo preliminar com outras equipes e só então chegar à fase de grupos principal, jogando então uma partida a mais que o SP IDC 3×3. Destaque individual para Jefferson Gabriel, da equipe campeã, que marcou 32 pontos em 4 jogos, média de 8 por jogo. Campeão da primeira etapa, o SP Saudara Kaizen segue na liderança, com 15 pontos de vantagem para o São Bernardo CB.

 

Open Masculino: não é sempre que a final é o melhor jogo de um torneio. Foi o caso na série ouro da categoria na 2ª etapa da LIGA ANB3x3, em que a semifinal entre SP Urban Hoops e SP Tsunami terminou com uma cesta de 2 pontos de Evandro, do Urban Hoops, virando o jogo que estavam perdendo por 20 a 19, tendo o Tsunami desperdiçado um lance livre que fecharia o jogo e mudaria toda a história. Na final, o Bauru Super Visão venceu o jogo por 21 a 15 numa bela demonstração de jogo coletivo, com trocas de passes e boa circulação da bola para achar os atletas mais livres, resultando em 7 conversões de bola de 2 pontos – o atleta Paulo Moreira terminou o torneio com 24 pontos de arremessos de 2 pontos, sendo 29 no total. Mesmo com a derrota, é o SP Urban Hoops que assume a liderança da competição.

 

+35 Masculino: ainda não há no 3×3 uma “Supercopa” como a que vemos em algumas modalidades, quando o campeão de um torneio enfrenta o campeão de outro, mas dá para dizer que foi praticamente isso que vimos na divisão ouro da categoria, com a final da 2ª etapa sendo disputada entre SP Old School e SP Underdogs, campeões das séries prata e ouro da 1ª etapa. Digna de uma categoria que vem apresentando jogos sempre muito disputados e brigados – às vezes passando do limite -, a final terminou com a vitória do Old School por 21 a 19, com destaque individual para Zando Lima, cestinha da etapa (32). Fora de quadra, o SP Thunders teve uma bela atitude ao homenagear as mulheres pelo Dia Internacional da Mulher.

 

 

É possível ver a classificação completa de todas as categorias e seus respectivos cestinhas acessando a página da LIGA ANB3x3 aqui no site. A próxima etapa confirmada da competição ocorre no início de abril, no Shopping Tatuapé (São Paulo-SP). Mais detalhes em breve.

A Associação Nacional de Basquete 3×3 conta com os patrocínios da Nextel, TNT Energy Drink, Guarani e apoio da Secretaria Especial de Esportes, Secretaria de Esportes do Estado e do Município de São Paulo, com chancela da Federação Internacional de Basquete, da Confederação Brasileira de Basquete e da Federação Paulista de Basquete.

OUTRAS NOTÍCIAS