Notícia
Liga ANB3x3

MG Bulls busca ser a primeira equipe mineira no World Tour

Por: Edson Garcia

 

São Paulo, 14 de março de 2019 – O basquete 3×3 se espalhou e está presente em todo o país, com presença maior em alguns estados específicos. Na primeira temporada da LIGA ANB3x3, por exemplo, tivemos equipes de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e o Distrito Federal, que em 2019 já tem também uma equipe feminina, o DF Basketeam – único time feminino da LIGA ANB3x3 que não é do estado de São Paulo.

O último estado a ser representado foi Minas Gerais, após a inscrição do MG Bulls. A equipe de Governador Valadares-MG é uma das participantes na categoria Elite e estreou na modalidade na primeira etapa da LIGA ANB3x3, no Sesc Dom Pedro II. Após duas derrotas na fase de grupos, para SP IDC 3×3 e SP CHR Basquete, os mineiros foram eliminados cedo e terminaram apenas na décima colocação.

Com esse ganho de experiência e um período para treinamento, voltaram a São Paulo-SP para a segunda etapa da competição, realizada nos dias 9 e 10 de março no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, em parceria com a Secretária Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo-SP (SEME) e o Polo de Incentivo ao Basquete (PIB3x3).

 

 

Mesmo estando no grupo com Campinas, campeão da etapa e com os dois atletas melhores ranqueados do país, a equipe passou de fase pela primeira vez graças a uma difícil vitória contra o tradicional time de Mogi, por 15 a 14. Na fase de quartas de final, fizeram mais um confronto contra o SP CHR Basquete e puderam demonstrar bem a evolução da equipe. Se antes haviam perdido por 15 a 14, agora venceram por 20 a 13 e garantiram vaga para a primeira semifinal na LIGA ANB3x3.

Mas além do alto nível da competição, é preciso enfrentar também a enorme tradição e experiência de algumas equipes e atletas para se chegar ao título. O chaveamento colocava Santos Fupes e Rio de Janeiro como possíveis confrontos da equipe, os dois com experiência em etapas do World Tour, e foi o Santos Fupes quem venceu o jogo para confrontar o MG Bulls. Depois disso, venceu também a equipe mineira por 22 a 9 graças a um ótimo aproveitamento nos arremessos de fora e a presença de um dos principais pivôs e reboteiros da competição, características essenciais para o sucesso de uma equipe na modalidade.

 

 

Segundo o capitão da equipe, Giovanni Pissioni, na 1ª etapa ainda sentiram muita dificuldade por estarem em transição do basquete tradicional para o 3×3, mas após acertarem alguns detalhes, jogaram a 2ª etapa mais entrosados e adaptados, com expectativa de melhorarem a cada etapa, buscando sempre a primeira colocação. Cientes de que são a única equipe mineira, não se sentem responsáveis por fomentar o esporte na região, mas acreditam que podem ser exemplos e servir de incentivo para crianças se interessarem pelo basquete 3×3. O MG Bulls tem também como incentivo o fato de nunca uma equipe de Minas Gerais ter participado do World Tour, que já recebeu equipes de São Pualo, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

A Associação Nacional de Basquete 3×3 conta com os patrocínios da Nextel, TNT Energy Drink, Guarani e apoio da Secretaria Especial de Esportes, Secretaria de Esportes do Estado e do Município de São Paulo, com chancela da Federação Internacional de Basquete, da Confederação Brasileira de Basquete e da Federação Paulista de Basquete.